Prefeitura de Cabo Frio vai conscientizar banhistas que alimentam aves na cidade

Com o início do verão, fica mais frequente avistar pessoas em busca da “fotografia perfeita” nas praias de Cabo Frio. No entanto, a prática de alimentar aves, como as gaivotas, na tentativa de provocar uma aproximação do animal, deve ser evitada porque prejudica a saúde dos pássaros e causa desequilíbrio ao ecossistema.

Para reforçar a conscientização contra este tipo de ação, a Prefeitura de Cabo Frio, através da Secretaria de Meio Ambiente e Saneamento, anunciou que no mês de janeiro vai iniciar uma campanha. Placas serão instaladas na orla das praias da cidade, chamando a atenção de moradores e turistas para que evitem este tipo de prática.

“Infelizmente não temos como fiscalizar todos os pontos para evitar que isso aconteça. Então faremos uma campanha educativa com a distribuição desses informativos nas praias para, ao menos, conscientizar as pessoas. Após esta ação precisaremos contar com a boa vontade e o bom senso dos frequentadores”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Saneamento, Juarez Lopes.

Ele também alertou que o ato de dar batata frita e outros alimentos para as gaivotas, por exemplo, pode ser divertido para quem faz, mas há o risco de, no futuro, comprometer não somente aquele animal, mas também toda a espécie. Isso porque caso elas estejam na fase de reprodução, vão levar os alimentos de baixo valor nutricional para os filhotes, reduzindo as chances de que eles cheguem à idade juvenil.

Além disso, a Secretaria de Meio Ambiente alerta que essas aves aprendem por observação, e isso pode causar acidentes, principalmente com crianças e idosos que não estejam oferecendo comida. É possível também que, havendo um grande desequilíbrio ecológico, sejam criadas condições para que as gaivotas se tornem portadoras de agentes infecciosos.

O QUE AS GAIVOTAS COMEM?

A dieta dessas aves é surpreendentemente variada: basicamente comem tudo o que possa ser comestível. Mesmo assim, é mais frequente que se alimentem de todos os pequenos animais marinhos, como peixes, estrelas do mar, diferentes tipos de crustáceos e moluscos.

O cardápio também leva em conta vermes, insetos, lesmas, caracóis e até animais maiores, como ratos, hamsters, patos, galinhas e pássaros menores. Podem, também, chegar a comer carniça e até mesmo os seus próprios ovos.

Esta dieta variada, assim como a urbanização das costas, levou a uma mudança do comportamento das gaivotas nos últimos tempos, expandindo sua área de caça e alimentação para áreas mais distantes, segundo o curso de rios e ribeiros. Esta migração traz diversos problemas para outros tipos de aves que vivem nessas áreas, pois costuma ultrapassar em velocidade as aves que vivem longe das costas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here