Faraó dos Bitcoins: administrador judicial abre cadastro para credores da GAS Consultoria 

O advogado Sergio Zveiter, nomeado administrador judicial na ação ajuizada pela GAS Consultoria Bitcoin na 5ª Vara Empresarial da capital, anunciou que abriu um cadastro para inscrição dos credores da empresa de Glaidson Acácio dos Santos, o Faraó dos Bitcoins.

A estimativa inicial gira em torno de 300 mil credores, mas Zveiter alertou que o pagamento das dívidas somente será efetivado se a GAS comprovar a origem lícita dos recursos.

Preso em agosto do ano passado, na Operação Kriptos, Glaidson foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de liderar uma organização criminosa responsável por um milionário esquema de pirâmide financeira iniciado em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

Na decisão que nomeou Zveiter como administrador judicial da GAS, a juíza Maria da Penha Nobre Mauro, titular da 5ª Vara Empresarial, também determinou a suspensão de todas as ações contra a empresa de Glaidson – à exceção da ação penal.

Ao explicar que a decisão da juíza é preparatória, o administrador disse que os advogados da GAS terão agora um prazo de 30 dias para requerer a recuperação judicial:

“No pedido, nossa expectativa é de que a empresa apresente logo a lista de credores, os valores da dívida, os ativos disponíveis para honrá-los e, principalmente, a comprovação de que as atividades da GAS eram lícitas”.

No cadastro, disponível no site do Escritório Zveiter, o advogado solicita o nome completo do credor, os documentos pessoais ou societários, a planilha atualizada do crédito até 19 de maio de 2022 e os documentos comprobatórios do crédito, como contrato, recibos e comprovantes de depósito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here