IPHAN e Prefeitura de Arraial do Cabo fortalecem parceria

Arraial do Cabo está assentado sobre sítios arqueológicos de grande importância para o estudo da história da região. Aqui foram catalogados diversos sambaquis (locais em que se encontram os chamados restos arqueológicos compostos por artefatos, esqueletos dos primeiros habitantes, instrumentos, entre outros), muitas das peças foram cedidas para museus no Rio de Janeiro. Já foram identificados mais de 20 sítios, espalhados principalmente entre a Ilha do Farol, o Pontal do Atalaia e na extensão da Praia Grande.

Tendo em vista a importância desses locais, a Secretaria do Ambiente e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) realizaram uma parceria para discutir estratégias de preservação. O secretário Arildo Mendes esteve na sede do Instituto na sexta-feira (14) para selar essa parceria.

“Esses sítios estão sob a responsabilidade do IPHAN e da Prefeitura, por isso é importante afinar o trabalho. Na ocasião também foi definida a criação, nos próximos meses, de uma câmara técnica permanente entre o IPHAN e a Secretaria do Ambiente (SEMA), com o intuito de ajudar no trabalho de preservação das áreas arqueológicas do município”, acrescenta Arildo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here