O SOMBRA: Tudo sobre a política da Região dos Lagos nesta segunda-feira, dia 22

Araruama

O ex-prefeito de Araruama, Chiquinho da Educação, ameaçou divulgar, nos próximos dias, um dossiê contra os opositores da mulher, a prefeita Lívia Bello. Chiquinho não adiantou o teor das denúncias, mas deixou claro que é uma represália a ação popular que levou a juíza Alessandra de Souza Araújo a suspender a realização do Rodeio de Araruama. A magistrada suspendeu o evento devido a não realização de licitação e a ausência de uma série de licenças. Ela diz na sentença haver indício de dano ao erário devido ao falta de transparência no contrato entre prefeitura e a organizadora.


Búzios

A Câmara de Búzios derrubou o veto do prefeito Henrique Gomes ao projeto que revogou duas leis que regulamentavam o serviço de remoção e depósito de veículos apreendidos no município. A lei, que na prática acabou com o depósito e o serviço de apreensão de veículos na cidade, foi aprovada por 7 votos a 1 em maio. O prefeito interino vetou a proposta. O veto foi derrubado apesar de já estar prejudicado. Henrique Gomes perdeu o prazo de 15 dias para se manifestar. O depósito de Búzios está fechado por determinação do Ministério Público.

São Pedro da Aldeia

Segundo os fofoqueiros de plantão, reina paz na cidade de São Pedro da Aldeia. Sendo assim o “bombeiro” Eron Bezerra vai descansar a mangueira que usa para apagar os “incêndios” políticos. Outro que contribuiu para acalmar seus pares foi o vereador Bruno Costa. Reina paz na Câmara.


Iguaba Grande

A assessoria de imprensa do prefeito Vantoil Martins marcou para esta segunda-feira, dia 22, uma coletiva às 19h30, no auditório da Secretaria Municipal de Educação. Vantoil terá como pauta a exposição do Panorama Econômico. Os gaiatos da cidade foram para a “boca maldita” falar que Vantoil vai falar para o Jornal Nacional, devido o horário. Coisas da política de Iguaba.


Arraial do Cabo


O vice-prefeito de Arraial do Cabo, Sérgio Carvalho, funcionários do município e empresários da cidade foram notificados pelo TCE e pelo Ministério Público. Eles são investigados no âmbito da “Operação Ressurgência”, deflagrada pelo Ministério Público por meio do GAECO, em ação conjunta com a Polícia Civil. A operação apurou irregularidades na compra e distribuição de 2.400 cestas básicas pelo município no período em que Serginho ocupou a Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho, Renda e Direitos Humanos.


Cabo Frio

Não convidem o prefeito Adriano Moreno e a ex-secretaria de Cultura de Cabo Frio, Meri Damaceno para a mesma festa. A moça tá furiosa com o prefeito. Melhor não correr riscos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here