O SOMBRA: Tudo sobre a política da Região dos Lagos nesta sexta-feira, dia 16

Arraial do Cabo

O Ministério Público Federal pediu a justiça o bloqueio de bens do ex-prefeito Wanderson Cardoso de Brito, o Andinho, no valor de R$ 2,9 milhões, para ressarcimento dos cofres públicos. O ex-prefeito foi denunciado por irregularidades na execução de obras de esgoto da cidade, realizadas com recursos federais repassados através de convênio com o município. De acordo com a ação, por falta de interesse do próprio Andinho, a execução das obras atingiu apenas 11% do que estava previsto. O ex-prefeito também não teria prestado contas dentro do prazo, nem devolvido os recursos relativos à primeira parcela do convênio aos cofres federais.

Cabo Frio

O empresário Carlos Cunha foi anunciado como novo secretário de Turismo, Esporte e Lazer de Cabo Frio. Secretário-adjunto de Turismo desde janeiro, Cunha assume o lugar de Flávio Rosa, que deixou o governo há dez dias por motivos pessoais. Ex-superintendente de Indústria e Comércio da Secretaria de Turismo (2018), Carlos Cunha é empresário do setor hoteleiro em Cabo Frio. Por oito anos foi presidente da Associação de Hotéis da cidade, e por dois anos foi presidente fundador do Sindicato Patronal de Hotéis, Bares e Restaurantes.

São Pedro da Aldeia

O prefeito Fábio do Pastel, e o procurador da prefeitura, Peter Samerson, em live, na noite de ontem (15), tentaram descredibilizar a denúncia que levou o MPF a questionar o governo sobre o suposto desvio de mais de 4 mil doses de vacina contra a COVID no município. Fabio classificou a denúncia como “Fake News” e o procurador chegou a dizer que o processo não vai dar em nada. Mais cedo, em nota, o governo ameaça acionar judicialmente quem impetrar representações baseadas em especulações. A prefeitura, ainda na nota, disse que todas as doses recebidas pelo município passam por rígida prestação de contas e que a representação terá a devida resposta com todos os esclarecimento necessários ao Ministério Público Federal.

Búzios

O Ministério Público Federal quer que o ex-prefeito de Buzios Mirinho Braga devolva aos cofres públicos pouco mais de R$767 mil. Mirinho é acusado de irregularidades na aplicação das verbas federais do Programa “Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã”, entre os anos de 2010 e 2012, no município buziano. Além da possível irregularidade na contratação da empresa, as turmas teriam sido distribuídas com vagas diferentes do previsto.

Araruama

Rola nos corredores da Câmara que o “Primeiro Ministro”, Chiquinho da Educação, muito embora esteja “p. da vida” com o vereador Amigo Walmir, já teria desbloqueado o mesmo do WhatApp. O motivo do bloqueio, segundo informações, teria sido a solicitação de informação de uma licitação da prefeitura, enviado e assinado pelos vereadores Oliveira, Penha Bernardes, Eloy Ramalho, Thiago, Russo e o líder de governo, Amigo Walmir. Ao serem perguntados sobre quem teria tido a ideia, eles falaram que teria sido a dupla Walmir e Oliveira. Já tem gente dizendo a Câmara está dividida por causa da eleição da mesa diretora do próximo biênio.

Iguaba Grande

Virou meme a história envolvendo Renatinho e Drº Marquinhos da Saúde, nesta semana, em Iguaba. Na prefeitura, em tom de humor, os amigos de Renatinho andam dizendo que ele foi muito prático e criou o “kit pandemia”: uma garrafa de vinho Malbec e 4 pastéis. O mesmo, segundo relato de Marquinho enfermeiro, teria chegado em sua residência com a tal garrafa de vinho e os aperitivos, para bater um papo. Com muito molejo, Renatinho garante que armaram um “cilada” pra ele. Então tá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here