PF cumpre mandados contra duas pessoas ligadas a Glaidson

A Polícia Federal e a Receita Federal iniciaram  nesta quinta-feira, dia 09, a segunda fase da Operação Kryptos, contra um esquema ilegal de bitcoins com suspeita de pirâmide, sediado em Cabo Frio, que movimentou R$ 38 bilhões.

Na primeira etapa, em 25 de agosto, a força-tarefa prendeu Glaidson Acácio dos Santos, apontado como chefe da organização.

Nesta continuação, agentes saíram para cumprir mandados de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão no Rio contra João Marcus Pinheiro Dumas Vianae Michael de Souza Magno, ligados a Glaidson. Uma das equipes foi para a Península, na Barra da Tijuca, Zona Oeste.

Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido encontrado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here