Três são presos acusados de participar do assassinato do investidor em São Pedro da Aldeia e investigação continua

 

Redação JS


A  125ª DP de São Pedro da Aldeia juntamente com a Força Tarefa que contou com o apoio do 4º DPA, da 126ª DP, 127ª DP e 129ª DP, cumpriu os mandados de prisão temporária contra três acusados pelo homicídio do investidor Wesley Pessano, no dia 4 de agosto, em São Pedro da Aldeia.

Wesley, de 19 anos, morador de Cabo Frio, que era investidor de criptomoedas e dava cursos, foi assassinado dentro do próprio carro, no momento em que iria cortar o cabelo em São Pedro da Aldeia.

Após o cruzamento de informações de inteligência da Polícia Civil, em integração com a inteligência da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e inteligência da PF (Polícia Federal) de Cabo Frio foi verificado que o veículo usado no crime foi abordado pela PRF, na Via Dutra, próximo ao Bairro Brás de Pina.

Sendo assim,  os ocupantes do veículo foram encaminhados à 27ª DP, local onde foi lavrado Auto de Prisão em Flagrante do motorista pelo crime de receptação, já que o veículo era clonado e havia sido roubado em Nova Iguaçu, em maio deste ano.

Um homem apontado como o contratante do assassinato do rapaz foi preso nesta segunda-feira, dia 09. Já o suspeito de ser o executor (que teria recebido R$40 mil para cometer o crime) e mais um que teriam envolvimento foram presos na última sexta-feira, no Rio.

Os investigadores acreditam que a morte do investidor possa estar por trás de pelo menos três tentativas de assassinato em Cabo Frio, entre março e julho.

Uma disputa de empresas clientes de criptomoedas motivaria os crimes.

Para a Policia Civil, outra hipótese levantada é de queima de arquivo. Para elucidar o crime, foi formado um grupo de investigação, composto pela delegacia de São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Armação de Búzios e Iguaba Grande. Os investigadores precisarão analisar os inquéritos que envolvam transações em criptomoedas na Região dos Lagos.

“A força-tarefa da Polícia Civil do Rio de Janeiro que investiga a morte de Wesley Pessano Santarém, assassinado a tiros em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, na última quarta-feira, já prendeu três pessoas envolvidas no crime. O veículo utilizado na execução também foi apreendido. As investigações prosseguem com o grupo composto pela delegacia de São Pedro da Aldeira, Cabo Frio, Armação de Búzios, Iguaba Grande e 4º DPA”, diz em nota a corporação sobre o caso.

 

 

*Foto de destaque: RLagos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here