Cabo Frio teve ocupação máxima nos hotéis durante o feriadão

Como era esperado, Cabo Frio recebeu uma média de 200 mil turistas no último feriadão, no período de sexta-feira (12) a segunda-feira (15), que englobou o Dia de Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil e o Dia do Professor. O grande movimento foi apurado pelas entidades que atuam no segmento turístico e comercial da cidade.

O Convention Bureau Cabo Frio teve uma média de 100% de ocupação dos hotéis associados durante o feriadão. O número já era aguardado, já que as reservas chegaram a mais de 90% nas proximidades da data. A taxa seguiu a tendência de ocupação em comparação ao mesmo feriado do ano anterior. Já a Associação de Hotéis e Pousadas de Cabo Frio teve uma média de 95% de ocupação, também repetindo a taxa do mesmo feriado no ano passado.

A Associação Comercial e Industrial da Rua dos Biquínis comemora a grande movimentação no durante o período. Segundo a entidade, as lojas registraram bastante fluxo de clientes e vendas. A expectativa é que o movimento continue nos próximos dias por conta da semana do “saco cheio”.

SAÚDE
A Secretaria de Saúde informa que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque realizou 1.250 atendimentos entre sexta-feira (12) e a segunda-feira (15). As atividades ocorreram com tranquilidade.

LIMPEZA URBANA
Nos quatro dias do fim de semana prolongado, a Comsercaf coletou 973 toneladas de lixo em toda a cidade. Apenas nas praias, foram recolhidas 208 toneladas de resíduos. De lixo domiciliar foram retiradas 765 toneladas, número bem maior que o mesmo período do ano passado, quando foram coletadas 608 toneladas.

Para facilitar o acesso à Ilha do Japonês, as equipes utilizam um barco para fazer a retirada do lixo produzido por turistas e frequentadores. Entre os itens recolhidos estavam latinhas, garrafas pet, garrafas de água, copos plásticos, sacolas plásticas, lacres de bebida, recipientes de quentinha, canudos, entre outros.

POSTURAS
Pela primeira vez em uma folga prolongada, a Coordenadoria de Posturas montou uma estrutura com duas tendas, ambas na Praia do Forte, onde foram apreendidos 24 objetos, entre facas e facões, dos comerciantes. Os objetos são considerados “armas brancas” e não tem o uso permitido, de acordo com o Código Municipal de Posturas.

Nas praias do Peró e do Forte, foram apreendidas 21 churrasqueiras para o preparo de queijo coalho, cuja utilização também é proibida, especialmente pelo descarte inadequado das cinzas no meio ambiente, o que se caracteriza como crime ambiental.

Na noite de sexta-feira (12), os proprietários dos boxes que estavam fechados na Praça da Cidadania durante o horário de funcionamento foram notificados. Isso não é permitido no contrato de concessão. Os responsáveis devem procurar a Coordenadoria de Posturas para ter a situação avaliada. A coordenadoria fica na Rua Gustavo Beranger, 267, Vila Nova. A ação fez parte de um censo que está em curso para verificar possíveis irregularidades, como sublocação de espaços, e planejar o reordenamento do local.

MOBILIDADE URBANA
Dois ônibus de turismo foram apreendidos na sexta-feira (12). Os veículos ficaram retidos por uma série de irregularidades, como transporte irregular de passageiros; além de problemas de segurança e na documentação. Os passageiros foram levados para os respectivos destinos e, em seguida, os coletivos levados para o depósito municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here