Guarda Marítima e Ambiental resgata tartaruga verde na Boca da Barra, em Cabo Frio

Uma tartaruga verde (Chelonia mydas) foi resgatada por uma embarcação da Guarda Marítima e Ambiental de Cabo Frio, agonizando na entrada do Canal do Itajuru ou Boca da Barra. Os guardas marítimos perceberam que a tartaruga estava boiando, com o casco cheio de limo, muito cansada e com dificuldades de respirar. Ela foi recolhida para a lancha e, depois, enviada ao CTA, empresa contratada pela Petrobras e responsável pelo recolhimento de toda a fauna marítima em risco na Bacia de Santos, da qual Cabo Frio faz parte.

Segundo o diretor de Meio Ambiente da Comsercaf, Eduardo Pimenta, que estava presente na hora do resgate, dificilmente a tartaruga sobreviverá.

“Ela apresenta todas as características de ter engolido algum objeto de plástico, o que está impedindo que ela respire normalmente. Provavelmente ela não vai sobreviver”, explicou.

A Chelonia mydas, conhecida popularmente como tartaruga verde, aruanã ou uruanã, é herbívora e habita pastagens tropicais e subtropicais das bacias oceânicas do planeta. As principais ameaças para a espécie estão ligadas à captura incidental na pesca, redução da principal fonte alimentar, caça, ocupação desordenada dos ambientes de desova e a poluição marinha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here