Mais de 400 quilos de lixo são retirados das Praias de Arraial do Cabo

Nesse World CleanUp Day (sábado, 18 de setembro), a Associação da Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo (AREMAC) e o Projeto Mar Sem Lixo, em parceria, retiraram mais de 400 quilos de detritos de quatro praias de Arraial do Cabo: Grande, Forno, Anjos e as Prainhas do Pontal do Atalaia, em uma ação que também reuniu voluntários da “Eco Trilhas”, do movimento “Preserve Arraial do Cabo”, da Guarda Mirim de Arraial do Cabo, com apoio da Marinha do Brasil e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Garrafas pet, descartáveis de uso individual, como talheres de plástico, pratinhos, copos, canudos e sacolas; além de latas de alumínio e guimbas de cigarro, foram recolhidas das areias e das áreas de restinga em uma ação que reuniu mais de 50 pessoas. A AREMAC, além de participar das ações, deu apoio ao evento e disponibilizou a sua lancha (flexboat) e os seus veículos para transportar os voluntários. Todo o material foi levado para a usina de reciclagem de Arraial do Cabo.

As ações desse sábado em Arraial do Cabo são a realização da sétima edição da LIMPEZA DOS MARES que a AREMAC e o Projeto Mar Sem Lixo realizam ao longo dos últimos anos. “É nosso dever conscientizar a população sobre a importância de não permitir que esses detritos cheguem ao mar e poluam o meio ambiente, por isso também distribuímos sacolas biodegradáveis nesse dia. O lixo na areia chega inevitavelmente ao mar, afetando a nossa fauna marinha, que é a nossa maior riqueza”, explica o presidente da AREMAC, Eraldo Cunha.

De acordo com os últimos estudos científicos, 25 milhões de toneladas de lixo entram nos oceanos todos os anos, pelo menos. Isso é igual esvaziar um caminhão de lixo no mar a cada dia. Além disso, 99% das aves marinhas terão ingerido plástico até 2050, ano em que estima-se que haverá mais lixo no mar do que peixes. Por ano, também, 100 mil animais marinhos morrem por causa do lixo nos mares. A maior parte desse lixo chega ao mar porque é deixado nas praias de todo planeta. Por isso ações desse tipo são tão importantes.

“A população está crescendo, a poluição está crescendo e o descarte irregular está crescendo. Todas as praias, hoje, do planeta estão poluídas por detritos plásticos. E isso aqui é só a ponta do iceberg. A gente não consegue ver o lixo que está nos oceanos. A gente só vê o lixo que está nas praias. A situação é cada vez mais grave”, completa o presidente do Projeto Mar Sem Lixo, Roberto Ramos.

buy visio professional 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here