Saquarema e Iguaba Grande participam do “Dia D” de prevenção contra Dengue, Zika e Chikungunya

Iguaba Grande

Quem passar pela Praça Edyla Pinheiro, localizada no Centro de Iguaba Grande, no próximo sábado (16), irá encontrar a equipe Vigilância Ambiental em Saúde, realizando conscientização para prevenção das doenças Dengue, Zika e Chikungunya. A ação faz parte do “Dia D” idealizado pela Saúde Estadual e realizado pela Secretaria Municipal de Saúde. Além da conscientização, uma tenda será montada para que a população possa fazer solicitação de visita dos agentes de endemias nas residências. O evento acontece das 9h às 14h e terá o apoio da Atenção básica, com agentes comunitários de saúde e Vigilância Sanitária.

Segundo Wando Tomaz, que é Coordenador da Vigilância Ambiental em Saúde, ações como esta são necessárias para alertar a população sobre possíveis focos do mosquito que podem ser evitados dentro das próprias casas. “A importância é fazer a população ter consciência dos riscos de manter em seu domicílio, recipientes que possam servir de acúmulo de água e se tornar um foco para a proliferação do mosquito transmissor das arboviroses, que é a Dengue, Zika e Chikungunya. É muito importante eles terem essa noção, que o cuidado deve ser de todos”, conta Wando.

Saquarema 

A Prefeitura de Saquarema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizará neste sábado, 16, o Dia D de Combate à Dengue, Zika e Chikungunya. A meta é conscientizar a população para entrar no combate ao mosquito Aedes, transmissor destas doenças. A ação será realizada na Praça de Bacaxá a partir das 09 horas, com distribuição de material educacional e informativo.

O período do verão é o mais propício à proliferação do mosquito Aedes aegypti, por causa das chuvas, e consequentemente é a época de maior risco de infecção por essas doenças. No entanto, a recomendação é não descuidar nenhum dia do ano e manter todas as posturas possíveis em ação para prevenir focos em qualquer época do ano.

Por isso, a população deve ficar atenta e redobrar os cuidados para eliminar possíveis criadouros do mosquito: Tampe os tonéis e caixas d’água; Mantenha as calhas sempre limpas; Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; Mantenha lixeiras bem tampadas; Deixe ralos limpos e com aplicação de tela; Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia; Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais; Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa; Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem; Limpe ralos e canaletas externas; Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água; Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água; Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

Os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem ser confundidos com sintomas de doenças mais comuns, como gripes e resfriados. Por isso, é importante estar sempre em alerta. O diagnóstico precoce é essencial para o sucesso do tratamento.

Caso apresente os sintomas, é importante que o paciente procure um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados. Todos são oferecidos de forma integral e gratuita por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here