Cabo Frio participa do II Fórum Adoção e Famílias nos dias 1º e 2 de setembro

A Prefeitura de Cabo Frio participa nesta quinta e sexta-feira, dias 1º e 2 de setembro, do “II Fórum Adoção e Famílias: Interseccionalidades”, que acontece das 9h às 20h, no campus da Universidade Veiga de Almeida (UVA). O objetivo do evento é discutir os aspectos atuais que envolvem a adoção, bem como trazer informações sobre esse sistema e sobre o direito das famílias.

O evento é organizado pelo Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM) e Cabo Frio estará representado pela secretária da Criança e do Adolescente, Betânia Batista; pela diretora do Abrigo Municipal Casa da Criança, Edmilce Cruz; e pela superintendente de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência, Idalina Araújo.

De acordo com a secretária da Criança e do Adolescente de Cabo Frio, Betânia Batista, a adoção é um tema complexo. Contudo, ela ressaltou a urgência da celeridade no trâmite da adoção, a segurança das informações que serão trazidas pelo fórum e a importância da rede de proteção à criança.

“A adoção precisa ser, sobretudo, um ato de amor. Ao olhar para uma criança, é necessário sentir ternura pelo que ela é, e respeito pelo que pode se tornar. O processo de adoção é bastante complexo e burocrático e, por consequência, moroso. Por conta dessa morosidade e burocracia, muitas famílias desistem de adotar. Devemos atentar para o fato de que a criança que aguarda uma adoção tem pressa e que cabe a todos os envolvidos nessa rede de proteção, o ato de unir forças para diminuir o tempo de espera, sempre com muita responsabilidade e afinco”, afirmou Betânia Batista.

Ela ressaltou ainda que “é muito importante a celeridade responsável, de modo que diminua consideravelmente o tempo de institucionalização da criança” e que é necessário “compreender e estudar cada vez mais todas as nuances que envolvem esse tema tão delicado, necessário e urgente”.

Programação do II Fórum Adoção e Famílias: Interseccionalidades

O fórum terá 20 painéis, com dois palestrantes cada. O evento reunirá também membros da magistratura, instituições atuantes em relação à adoção, bem como profissionais das áreas de assistência social, psicologia, além do poder público municipal.

No segundo dia do evento, no período da manhã, acontece o painel “A escolha do perfil: Criança real x criança imaginária”, que terá como palestrantes os assistentes sociais Edmilce Cruz Maciel, diretora do Abrigo Municipal Casa da Criança Cabo Frio, e Caio César W. Schaffer, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ/RJ). A moderadora será a advogada Marcia Laino, uma das organizadoras do evento e presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM).

À tarde, será a vez do painel “Acessibilidades adotivas: Os desafios ao adotar uma criança com deficiência”. Os palestrantes serão a assistente jurídica do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), Ana Moreno Saião Capute Nunes; e a psicóloga Ana Maria Luiza. A moderadora será a superintendente de Políticas Públicas para Pessoa com Deficiência, Idalina Araújo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here