Glaidson exige na Justiça os R$ 72 milhões que doou à Igreja Universal do Reino de Deus

O ex-garçom, ex-pastor e empresário Glaidson Acácio dos Santos decidiu cobrar na Justiça as doações que fez à Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) no valor de R$ 72,3 milhões, nos anos de 2020 e 2021.

Na ação que tramita na 1ª Vara Cível da Comarca de Cabo Frio, onde passou a ser conhecido como “Faraó dos Bitcoins”, Glaidson alega que a Iurd demonstrou “ingratidão” ao levantar suspeitas sobre a origem lícita dos recursos.

Preso desde agosto do ano passado na Operação Kriptos, desencadeada pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal, Glaidson foi acusado de comandar um esquema bilionário de pirâmide financeira, por meio de sua empresa G.A.S. Consultoria e Tecnologia LTDA.

O empresário foi acusado de lesar milhares de investidores no mercado de criptomoedas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here